terça-feira

A Dama e o Vagabundo (Leidiane)


















Exibido em 02/12/06
NOTA:9,3

Comentários:
Quem hoje em dia vê a Disney fazendo boas produções mas sem nenhum conteúdo, sente saudades, e com toda razão, dos grandes clássicos e entre eles um dos mais notáveis é A Dama e o Vagabundo .

A fórmula do filme é simples: uma cachorrinha, que nasceu em berço de ouro, começa a perder o seu lugar em sua casa, então ela foge e encontra um cachorro de rua, os dois se apaixonam como já era previsto. Mas o que é melhor, a Disney não trabalha em cima do clichê romance de diferentes classes sociais aposta em algo mais simples e mais original, a cachorrinha aprendendo a enfrentar os seus problemas.

Com personagens muito bem construidos, um roteiro agradável e belíssimas cenas tornam A Dama e o Vagabundo o sucesso que foi de lá saiu um dos melhores beijos da história do cinema acho que nem preciso comentar qual é.

Um verdadeiro clássico da Disney onde a ingenuidade do filme e um rico roteiro falam mais alto do que qualquer coisa.
(Chuck Norris)

Diretor(es): HAMILTON LUSKE
Roteirista: WARD GREENE / ERDMAN PENNER

Sinopse:

O filme começa em um bairro de alta classe numa noite gelada de Natal, onde Jim Querido presenteia sua esposa com uma pequena cocker spaniel embrulhada em uma caixa de chapéu. Batizada de Lady, a cachorrinha logo encontra um lugar no coração de seus donos, lugar que ela achava que nunca poderia ser substituído. Alguns meses depois ela começa a notar uma mudança no comportamento de seus donos, sendo que antes eles sempre tinham tempo para passar com ela, e agora mal notavam sua presença. Joca e Caco, seus amigos caninos da vizinhança, explicam que logo seus donos estarão esperando a chegada da cegonha.
Em um lado menos favorecido da cidade encontramos Vagabundo, um cachorro de rua que acha que vive a vida perfeita de liberdade, sem coleira e sem donos. Ao passar casualmente pela casa de Lady, ele encontra a cadelinha relatando seu caso, e não perde tempo em explicar o quanto um bebê atrapalha a vida do cão. Após uma série de incidentes que incluem uma tia malvada, dois gatos siameses, uma focinheira e uma fuga desesperada, Lady e Vagabundo voltam a se encontrar, mas a medida que passam o tempo juntos uma certa relação tem início entre eles.
















Curiosidades:
  • Em versões iniciais do roteiro, Vagabundo teve diversos nomes diferentes: Homer, Rags e Bozo.
  • Um script de 1940 introduzia os Gatos Siameses. Após algum tempo nomeados Si e Am, na época eles eram conhecidos como Nip e Tuck.
  • O visual do Vagabundo foi inspirado em uma cadela vira-latas que os artistas da Disney salvaram da carrocinha.
  • Segundo diz a lenda, a cena de abertura do filme, em que Jim Querido presenteia Lady embrulhada numa caixa de chapéu para sua mulher, foi inspirada num acontecimento real na vida de Walt Disney. Após esquecer de um jantar com sua esposa, ele a surpreendeu com um filhote numa caixa de chapéu e foi imediatamente perdoado.
  • Se atualizarmos os valores de acordo com a inflação, atualmente o filme ocupa a 65a posição na lista dos 100 filmes mais lucrativos de todos os tempos, com o montante de $365.703.300 milhões de dólares.

Nenhum comentário: