quarta-feira

Drácula de Bram Stoker (Josias)












Exibido em 15/07/06

NOTA:9,5

Comentários:
O filme "Drácula de Bram Stoker" é essencial. Um filme de terror-vampiríco com caratér romântico também. O filme é maravilhoso, aborda a história do Príncipe Vlad dando o acréscimo do romance e rondando o erótico todo o tempo. Emociona e faz valer a pena. A fotografia é uma verdadeira obra de arte. A direção indiscutível de Coppola e a reunião de grandes atores com jovens promessas (na época, claro) fizeram a celebração do mesmo. Vale a pena conferir. Grande olhar de Coppola.
(Chuck Norris)


Elenco:

Gary Oldman (Príncipe Vlad Drácula)
Winona Ryder (Mina Murray / Elisabeta)
Anthony Hopkins (Professor Abraham Van Helsing / Chesare)
Keanu Reeves (Jonathan Harker)
Richard E. Grant (Dr. Jack Seward)
Cary Elwes (Lorde Arthur Holmwood)
Bill Campbell (Quincey P. Morris)
Sadie Frost (Lucy Westenra)

Tom Waits (R.M. Reinfield)
Monica Bellucci (Noiva de Drácula)
Michaela Bercu (Noiva de Drácula)
Florina Kendrick (Noiva de Drácula)


Sinopse:
No século XV, um líder e guerreiro dos Cárpatos renega a Igreja quando esta se recusa a enterrar em solo sagrado a mulher que amava, pois ela se matou acreditando que ele estava morto. Assim, perambula através dos séculos como um morto-vivo e, ao contratar um advogado, descobre que a noiva deste é a reencarnação da sua amada. Deste modo, o deixa preso com suas "noivas" e vai para a Londres da Inglaterra vitoriana, no intuito de encontrar a mulher que sempre amou através dos séculos.

Baseado no livro "Dracula" de
Bram Stoker

Curiosidades
- O rote
iro de Drácula de Bram Stoker chegou às mãos de Winona Ryder quando a intenção ainda era fazer um filme para a TV americana, que seria dirigido por Michael Apted (007 - O Mundo Não É o Bastante). Ryder então presentou o roteiro a Francis Ford Coppola, com quem não falava já há 6 meses, desde o início das filmagens de O Poderoso Chefão III. Coppola leu a história, se interessou pelo projeto e assumiu a direção do filme, com Michael Apted passando a ser um dos produtores executivos do projeto e ocorrendo a decisão de lançá-lo nos cinemas e não mais na TV americana.

- O grito do Príncipe Vlad após ele cortar a cruz com sua espada não é de Gary Oldman. Nesta cena em especial a voz de Oldman foi dublada pela de Lux Interior, vocalista da banda punk The Cramps.

- Sadie Frost decidiu pintar seu cabelo de vermelho após perceber que estava se parecendo muito com Winona Ryder no filme.

- Uma cena em que Mina seduzia Van Helsing chegou a ser filmada, mas foi cortada na edição final do filme.



Nenhum comentário: